Please enter your username and email address. Get new password
Register Now
x

Josh fala sobre o novo LP do Tinariwen e o show no Super Bowl

00

20140131-klinghoffer-x600-1391275148Josh Klinghoffer,o guitarrista de cabelo bagunçado do Red Hot Chili Peppers, se une a aclamada banda do deserto de Mali, a Tinariwen, em duas músicas do próximo álbum deles, Emmaar, que será lançado em 11 de Fevereiro.

“Me sentia inseguro porque não gosto quando um músico brando de Los Angeles entra nessa coisa africana que é bonita e orgânica”, diz Klinghoffer. “Se eu ouvisse que isso aconteceria, eu provavelmente reviraria os olhos [risos]. Mas como era eu, aproveitei o momento e toquei o que estava sentindo no momento, e foi muito natural. Tem o som do Tinariwen. Não soa como um cara qualquer se masturbando em cima da música deles.”

As duas brilhantes músicas, a primeira, “Toumast Tincha” e “Timadrit in Sahara,” indicam um retorno mais eletrônico da banda ganhadora do Grammy, com um blues desértico ousado após o álbum Tassilli de 2011 que é mais acústico. Vem ocorrendo uma sangrenta batalha entre rebeldes tuaregues, vários grupos islâmicos, e o governo de Mali, pelo controle do norte da região, causando instabilidade política, então a banda se mudou para uma casa no deserto de Joshua Tree, Califórnia. Até o momento se juntaram à eles Saul Williams, Matt Sweeney que é o guitarrista da banda Zwan, Fats Kaplan o violista do Nashville e Klinghoffer que está no 10º álbum do Red Hot Chili Peppers, intitulado “I’m With You” e que cujas letras foram inspiradas pela música da Etiópia e Nigéria.

“Nós simplesmente nos sentamos com as guitarras e começamos uma música.” diz Klinghoffer sobre as gravações. “Eu não tinha a mínima ideia do que estava fazendo. Eu não conhecia a música. Eu não sabia se eles conheciam a música. Apenas acenavam com a cabeça e eu tocava… Teve uma música na qual Eyadou [Ag Leche, baixista] queria que eu fizesse algo meio cósmico, meio parecido com algo que ele me viu fazer ao vivo com os Chili Peppers. Mas eu não levei nenhum efeito de guitarra, então eu só meio que tentei trabalhar com o que eu tinha – o que era nada, apenas a guitarra.

“Alguns de nós nunca trocamos uma palavra uns com os outros, apenas acenas educamente e sorrimos. Eu pedia a Deus que tivesse um outro jeito de me comunicar com Ibrahim [Ag Alhabib, guitarrista] e Abdallah [Ag Alhousseyni, violão],porque eles não falam Inglês muito bem e eu não falo Francês,” ele diz. “Eu gostaria de ter me comunicado mais, porém sem soar como um hippie idiota. Nós tocamos guitarra e sorrimos, isso foi o suficiente. Acho que algo foi comunicado.”

Klinghoffer, é claro, esta saindo das areias em direção à Meadowlands, em 2 de fevereiro, uma vez que Bruno Mars convidou os Chili Peppers para tocar no show do intervalo do Super Bowl. Será que ele está nervoso em dedilhar a guitarra na frente da maior audiência nos Estados Unidos?

“Acho que a única coisa pela qual devo ficar nervoso é sobre ser esmagado enquanto eles movem o palco em 30 segundos”, diz ele. “Mas eu acho que enquanto eu estiver no lugar certo, eu vou ficar bem. Estou nervoso pelos jogadores. Como se Peyton Manning jogará, eu estou nervoso por ele. Eu quero que ele ganhe.”

Tradução: Josh-Klinghoffer.org
Fonte: RollingStone.com

0 thoughts on “Josh fala sobre o novo LP do Tinariwen e o show no Super Bowl”

Leave a Reply